Aleatoriedades #5

  • Série: Bunheads – Amy Sherman-Palladino ★★★

Não existe seriado de que eu goste mais do que Gilmore Girls. Apesar d’ele sempre acabar estabelecendo parâmetros impossíveis no consumo de livros, filmes e comida, esse sempre foi meu seriado favorito. Agora a mesma criadora de Gilmore Girls voltou com uma nova séria, Bunheads. Encontramos aí os elementos que nos fizeram amar Lorelai e Rory: um humor verborrágico e desajeitado, com personagens cheios de personalidade. Mas, infelizmente, pra mim faltou algo. Um algo que ainda não soube bem explicar, mas que está faltando. Talvez o fato de que a temática seja um pouco adolescente em alguns momentos me deixe um pouco “quén”, mas vale a tentativa.

De qualquer forma, gostei muito do texto da Vanessa Bárbara sobre a série na Folha de São Paulo.

  • Filme: Febre do Rato – Cláudio Assis ★★★★★

Dizem que pra gravar esse filme, o diretor desafiou a protagonista de Salve Jorge dizendo que aquele não é o lugar dela e que, na verdade, ela seria apenas uma atriz de novelas e pronto. Como resultado, a “Morena” apareceu no dia seguinte no set de filmagens com o cabelo cortado na nuca e com uma atitude renovada, em resposta à provocação. Se a história é verdadeira ou não, não sei; mas o fato é que ela foi uma verdadeira atriz nesse longa que não deixa a desejar em nenhum ponto. Principalmente na fotografia em preto e branco, que é do Walter Carvalho. Nem faz mal assistir ao filme no mudo, de tão incrivelmente bonito que ficou.

A temática, pode-se dizer, é o contrário do que trata O Som ao Redor. É Recife? É, mas do outro lado.

Pra quem gosta de música boa e música nova.

  • Site: Anorak – Cláudio Silvano ★★★★

O Anorak faz parte de O Esquema, uma espécie de coletivo de blogues que falam sobre assuntos variados – mas com ênfase em cultura. No caso desse que eu os indico, os assuntos vão de música a fotografia. Mas o forte dele definitivamente são as artes visuais. Foi através do Anorak que conheci a história da Vivian Maier e vários outros artistas e projetos muito interessantes.

Anúncios

3 comentários em “Aleatoriedades #5

  1. Quando eu ia postar as fotos que tiramos no Cinema da Fundação, vim aqui antes para a leitura habitual (claro, quando você posta). Eu e Pedro formos assisti O som ao Redor, adoramos. No meu caso gostei mais da forma como trataram as mudanças urbanas no Recife, e a sua paisagem vertical, adorei como o filme abordou a questão sobre as demolições das casas para serem construídos os edifícios. Ficou claro o quanto é difícil a passagem de um espaço, até então familiar e abarrotado de lembranças, para morar numa torre de desconhecidos.
    Por estarmos cercados de desconhecidos, sentimos medo. Medo do vizinho. Por causa da mobilidade social, e tantos outros fatores, abrimos mão da ideia de enraizamento que a casa e suas lembranças, sensações e impressões nos oferece para vivermos em construções funcionais.

    E particularmente, não gostei do filme Febre do Rato =/ Fiquei me sentindo uma retardatária por não conseguir captar a ideia do filme. Fui embora antes de terminar, porque achei chato demais. E depois, quando li a crítica, só concordei com uma única observação: o fato de colocar a mulher velha, gorda e totalmente fora do padrão de beleza estipulado, como alguém que desperta a sexualidade, como alguém desejável. Achei legal isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s